segunda-feira, 15 de agosto de 2011


Princesa da luxúria
Dignidade posta à pó
Uma visão virginal
Sua maçã para morder

Beber de minhas coxas
A chuva de mentiras
Uma visão tão amaldiçoada
Seios que nunca amamentaram

Uma Afrodite para almas mortais
Jogando esconde-esconde em papéis devassos
Sua hora erótica meu choro sem lágrimas
Sua satisfação sono meu infinito

Membros nus refletindo a partir da lua
Eu estarei lá para você em breve
Primeiro desejo para esta noite:
Deixe-me ser seu deleite

Corpo de uma virgem
Vendido aos parentes do Diabo
Seu Deus sou eu
Em tudo o que você vê

Uma Afrodite para almas mortais
Jogando esconde-esconde em papéis devassos
Sua hora erótica meu choro sem lágrimas
Sua satisfação sono meu infinito


Amor Perdido HA Muito Tempo

Árvores caíram as folhas,
Nuvens suas águas
Todo este fardo está me matando

Distância está cobrindo seu caminho,
Lágrimas a sua memória
Toda esta beleza está me matando

Oh, você se importa,
Eu ainda sinto por você
, Tão consciente
O que deve ser perdida há

Eu temo que nunca vai encontrar alguém
Eu sei que minha maior dor ainda está por vir
Será que vamos encontrar um ao outro no escuro
Meu amor perdido há muito tempo



Doce Sacrifício

É verdade, todos nós somos um pouco insanos
Mas está tudo tão claro
Agora que eu estou desacorrentada

O medo está somente em nossas mentes
Nos controlando o tempo todo
O medo está somente em nossas mentes
Mas nos controla a toda hora

Você, pobre coisinha doce e inocente
Enxugue seus olhos e testemunhe
Você sabe que vive para me machucar
Não negue, doce sacrifício

Um dia eu esquecerei seu nome
E em um doce dia
Você vai se afogar na minha dor perdida

O medo está somente em nossas mentes
Nos controlando o tempo todo
O medo está somente em nossas mentes
Mas nos controla a toda hora

Você, pobre, doce, coisa inocente
Enxugue seus olhos e testemunhe
E, oh, você adora me odiar
Não é, querido?
Eu sou seu sacrifício

[Eu sonho na escuridão
Eu durmo para morrer
Apago o silêncio
Apago minha vida
Nossas cinzas ardentes
Escurecem o dia
Um mundo de insignificância
Me expulsa]

Você sabe porque você odeia?
Você ainda está muito fraco
Para sobreviver aos seus erros?

Você, pobre, doce, coisa inocente
Enxugue seus olhos e testemunhe
Você sabe que vive para me destruir
Não negue, doce sacrifício


4 de julho

Temporal Num dia escuro
faíscas Limpas amenizam
o Frio não molhado Caminho
Quando o batizado já era
Exposto não congelado sol.
Soprando Vida Como fogo
Eu pensei Que Fosse apenas uma
e foi uma Só mentira

Por quê eu escutei nn Ventos
e via no céu
e pensei que fosse o fim
e pensei que fosse o 4 de julho

Pálido nd cintilante luz
Luzes como assustadoras quebraram e desapareceram
e conduziram chamuscado par cá
e de Todos os Lugares los ninguém cuida.
O fogo Espalhado e
e ninguem Quer Falar Sobre isso
Debaixo do buraco
Jesus Tenta quebrar Um Sorriso
abaixo de outra pá de opressões

Eu escutei nn Ventos
e via no Céu
e pensei Que Fosse o fim
e pensei que fosse o 4 de julho

Agora eu estou soluço Controle
ágora eu estou caindo fóruns
Uma vez Adormecida, mas eu fiquei ágora de pé
e relembro até
Personalidade de sua meiga
acenda uma vela romana
e mantenha-o in sua mão

Porqué eu escutei nn ventos
e via no céu
e pensei que fosse o fim
e pensei que fosse o 4 de julho.


Space Station #5 

Comece com o Sol
E continue
O futuro esta no céu acima
Os céus revelaram-se
E uma nova estrela nasce
Espaço e tempo fazendo amor

Refrão:
Oh, que tempo de que dispúnhamos
Vivendo no chão
Eu me mudei para a estação # 5
Vejo você na próxima vez,
Da próxima vez

Quanto você quer, o mais perto que você precisa
Está tudo na mente, você sabe
Esse mundo velho realmente não viu esse dia
Está aqui, hora de ir embora

Refrão

Lembra quando era tão nítido
Nós éramos jovens, mas a memória continua a ser
Para pegar fruta de uma árvore
Os peixes do mar
Agora, nada restou aqui, mas as manchas
Bem, não posso chorar mais
Só pode ser feliz
Há outros locais que podem ser
Se você tiver tempo
Estou saindo hoje à noite
Come fly away
Comigo!
Yeah, Yeah, Yeah, Yeah, Yeah
Oh, yeah

Comece com o Sol
E continue
O futuro esta no céu acima
Os céus revelaram-se
E uma nova estrela nasce
Espaço e tempo fazendo amor

Refrão

2 da Manhã

Eu chego do trabalho às duas da manhã
E me sento com uma cerveja
Ligo os programas da madrugada da TV
E então me pergunto por que estou aqui
É sem sentido e trivial
E passa por minha cabeça
E mais uma vez eu me pergunto
Se tudo que está lá é para mim

Aqui estou eu novamente
Olhe para mim novamente
Aqui estou eu novamente
Por minha conta
Tentando arduamente ver
O que está lá para mim
Aqui estou eu novamente
Por minha conta

A vida parece tão patética
Eu gostaria de deixar tudo para trás
Esta cadeira, esta cama
Estas paredes que caem em minha mente
Agarrar-me à algo melhor
Isto apenas o arrasta para a lama
Você apenas desiste ou continua
E tenta aceitar o prejuízo

Aqui estou eu novamente
Olhe para mim novamente
Aqui estou eu novamente
Por minha conta
Tentando arduamente ver
O que está lá para mim
Aqui estou eu novamente
Por minha conta